quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Noi chega ao Mondial de la Bière com lançamento do selo Noi Lab e chopes exclusivos


Selvaggio, novo rótulo da cervejaria niteroiense, estreia no Rio após ter medalhado no World Beer Awards 2019 e pré-lançamento em SP

 

Presente em cinco de seis edições do Mondial de la Bière, a cervejaria Noi apresentará as três primeiras cervejas do Noi Lab ao público. O selo traz cervejas elaboradas pelo mestre cervejeiro Guilherme Zanin, no laboratório de testes da fábrica da Noi, em Itaipu, Niterói. Com uma pegada menos clássica e mais inventiva, as produções são de até 250 litros. Serão três rótulos exclusivos para o Mondial: WTF - What the fuck (Dry Stout), A Noi que o cupuaçu abunda (Catharina Sour) e Noi Asolo (Brut Ipa), além do pré-lançamento da Nuova Terra, a NE da Noi que chegará em breve ao mercado em lata de 473ml. Também estarão disponíveis outros 15 rótulos e entre eles a Selvaggio, uma Wild Ale de fermentação espontânea em barrica de Vinho do Porto com cereja e potentes 12,8 % de ABV. Recém-lançada em São Paulo, a cerveja estreia no Rio com produção limitada em 600 litros, em garrafas de 330 ml. A Selvaggio ficou com a prata na categoria nacional do World Beer Awards 2019, no estilo “Flavoured Wild/Sour”. 
 
Bárbara Buzin, diretora da Cervejaria Noi, fala sobre a importância de estar no Mondial de la Bière. “Nós temos uma longa relação com o festival, marcamos presença desde a primeira edição e em 2017 fomos a grande vencedora do MBeer Brazil Contest com a platina para a Passione e o ouro para a Bárbara e Cioccolato Barile. Este ano estamos de volta com muita novidade e cerveja boa. As cervejas do selo Noi Lab, por exemplo, permitem algumas brincadeiras que não cabem na nossa linha tradicional. Nossa Catharina Sour leva muito Cupuaçu, fruta abundante na cidade Vilhena, em Rondônia, terra do nosso mestre cervejeiro e foi batizada em homenagem a isso como Noi que o cupuaçu abunda”, explica Bárbara.
 
Lista de Preços
 

A Noi que o cupuaçu abunda – Catharina Sour: R$6 (100ml) e R$10 (200ml)

Amara – Imperial IPA: R$8 (100ml) e R$12 (200ml)

Asolo – Brut IPA: R$6 (100ml) e R$10 (200ml)

Avena – Belgian Pale Ale: R$6 (100ml) e R$10 (200ml)

Bárbara – American Barley Wine: R$10(100ml) e R$16 (200ml)

Bianca – Weiss: R$6 (100ml) e R$10 (200ml)

Bionda – Pilsen: R$4 (100ml) e R$6 (200ml)

Bionda Hop –  Hop Lager: R$5 (100ml) e R$7 (200ml)

Cioccolato – Imperial Stout: R$10(100ml) e R$16 (200ml)

Diavolo – Specialty Honey Beer: R$17(100ml) e R$28 (200ml)

Fiorella – American IPA: R$8 (100ml) e R$12 (200ml)

Low Carb – American Light Lager: R$5 (100ml) e R$7 (200ml)

Nera – Schwarzbier: R$4 (100ml) e R$6 (200ml)

Nuova Terra – New England IPA: R$8 (100ml) e R$12 (200ml)

Passione – Flanders Oud Bruin: R$19(100ml) e R$32 (200ml)

Rossa – Irish Red Ale: R$6 (100ml) e R$10 (200ml)

Selvaggio – Wild Ale: R$19(100ml) e R$32 (200ml)

Sicilia – Witbier: R$6 (100ml) e R$10 (200ml)

WTF - What the fuck – Dry Stout: R$6 (100ml) e R$10 (200ml)

 

Sobre a Cervejaria Noi  

Noi significa “Nós” em italiano e isso resume a essência da marca. Fundada em 2011, na cidade de Niterói-RJ, a Cervejaria Noi é uma empresa familiar de origem italiana que tem orgulho de trabalhar duro em busca da excelência e de ser a cervejaria artesanal mais premiada do Rio de Janeiro. Noi é beber junto, é unir pessoas, é comemorar. 

  

A família Noi é composta por onze rótulos de linha e seis sazonais (Fuoriserie): Avena (Belgian Pale Ale), Amara (Imperial IPA), Bárbara (Wood Aged Barley Wine),  Bionda (Pilsen), Bionda Oro (Pilsen Premium), Bianca (Weiss), Cioccolato (RIS), Cioccolato Barile (Wood Aged Imperial Stout), Diavolo (Belgian Strong Ale), Fiorella (India Pale Ale), Noi Low Carb (Pilsen), Nera (Schwarzbier), Passione (Belgian Strong Ale), Rossa (Irish Red Ale), Selvaggio (Wild Ale), Sicilia (Witbier) e Tramonto (American Wheat). E como toda família, sempre pode chegar mais um! 

read more...

Mondial de la Bière Rio abre sua 7ª edição carioca


Rótulos premiados no MBeer Contest Brazil são divulgados no primeiro dia do festival

 

O primeiro dia do Mondial de la Bière foi marcado pela divulgação das melhores cervejas, segundo os jurados convidados pelo evento. Recorde de todas edições, 396 rótulos foram inscritos no concurso Mbeer Contest Brazil, uma competição com avaliação baseada nas qualidades intrínsecas da cerveja.
 
O grande destaque da abertura deste ano foi a premiação do concurso. Um júri composto por 12 profissionais nacionais e internacionais premiou os 11 rótulos nas categorias ouro e platina nesta quarta-feira, dia 04, às 21h30 no palco BrewHood. Sem estilos pré-definidos, os juízes fizeram provas às cegas, sem qualquer informação sobre os produtos. A cerimônia foi conduzida por Jeannine Marois, idealizadora e presidente do Mondial de la Bière internacional, e por Luana Cloper, diretora de negócios da GL events.
 
Foram 10 medalhas de ouro e uma de platina - premiação principal do festival. A grande vencedora deste ano, que levou a platina, foi a Timeless Porter, da cervejaria Wonderland Brewery, uma porter com lactose e caramelo.
 
Medalhas de ouro:
- Ris, uma Russian Imperial Stout da cervejaria Hood;
- Guanabara Wood Aged, uma Imperial Stout da cervejaria Colorado;
- White Sunrise, uma Wheat IPA da cervejaria Beach Brothers;
- I’m Sour Baby, uma Sour Ale da cervejaria Three Monkeys;
- Rock Me Baby, uma Barley Wine da cervejaria Antuérpia;
- Mineira Sour Mirante, uma Catharina Sour da cervejaria The Doctor’s Brewery;
- Acid Trip, uma Catharina Sour da cervejaria St. Patrick’s;
- Red Raspberry Velvet, uma Fruitbeer da cervejaria D’Alaje;
- Overburst, uma Kveik Juicy IPA da cervejaria Thirsty Hawks Farm Brewery;
- Gravioh-la-la, uma Catharina Sour da cervejaria Overhop Brewery.
 
 
12 jurados avaliaram as características individuais de cada rótulo:
·         Afonso Dolabella;
·         André Guaxupé;
·         Beatriz Ruiz;
·         Bia Amorim;
·         Diego Simão;
·         Francesca Sanci;
·         José Ricardo Schwarz;
·         Leonardo Botto;
·         Luc “Bim” Lafontaine (Canadá);
·         Luiz Gonzaga Winter;
·         Marlos Monçores;
·         Paulo Schiaveto.
 
A programação musical contou com Trio Frito; Seu Roque; DJ Bhering e Animals.  
 
Mondial de la Bière apoia a Lei Seca e adverte os visitantes que utilizem transporte público.
 
Sobre o Mondial de la Bière
O Mondial de la Bière é um festival internacional de cervejas artesanais que reúne fabricantes, distribuidores e importadores de cervejas artesanais e premium. Sucesso idealizado no Canadá há 25 edições, e no Brasil desde 2013, o Mondial de la Bière chega à sua sétima edição no Rio de Janeiro e a segunda em São Paulo. Na edição paulista foram mais de 80 cervejarias e 600 rótulos reunidos durante os quatro dias de evento e agora no Rio, mais de 130 cervejarias e 1500 rótulos em cinco dias. Como parte de sua programação, o evento oferece diversas bandas se apresentando no palco, mais de 20 food trucks, além do MBeer Contest Brazil, competição das melhores cervejas expostas, avaliadas por jurados nacionais e internacionais.
 
Sobre a GL events
A GL events é um dos maiores grupos do setor de eventos no mundo, com sede em Lyon (França) e faturamento de 939 milhões de euros em 2014. A companhia está presente em 53 cidades espalhadas por 24 países, nos quais administra 40 espaços para eventos.  Com quatro mil colaboradores, o grupo já realizou mais de quatro mil eventos.
 
Serviço:
Data: 4 a 8 de setembro de 2019.
Horário: 4, 5 e 6 de setembro: 16h à 0H | 7 de setembro: 14h à 0h | 8 de setembro: 12h às 21h.
Local: Píer Mauá, Armazéns 2, 3 e 4 | Av. Rodrigues Alves, n° 10, Saúde, Rio de Janeiro.
Ingressos online e bilheteria local (em caso de não esgotar a capacidade local): Entre R$ 65,00 e R$ 150,00. 
Vendas pelo site https://mondialdelabiererio.byinti.com/#/ticket/.
ATENÇÃO: ingressos para sábado, 07/09, esgotados e para os demais dias esgotando. 

read more...

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Ferra Jockey promove jantar harmonizado com vinhos portugueses

O Ferra Jockey restaurante e lounge bar promove uma verdadeira viagem gastronômica a Portugal. O jantar harmonizado acontecerá no dia 28 às 20h, no valor de R$290. Confira o cardápio exclusivo para o evento:

Couvert


  • Pão de curry japonês, sementes e castanhas

Vinhos:                   


  • Espumante Blanc de Blanc Filipa Pato
  • Régia colheita Branco
  • Régia colheita Tinto
  • Reguengos Garrafeira dos Sócios
  • Porto Duorum vintage 2007


Menu harmonizado Ferra:

Pão de curry japonês, sementes e castanhas

Espumante Filipa Pato


  • Carpaccio de camarão
  • Abacaxi osmotizado em tequila e coentro e mousse de abacate


Requeros Reserva Branco


  • Bacalhau confit em manteiga marrom
  • Mil folhas de batata, chutney de pimentão, terra de azeitonas e ovo perfeito


Regia colheita Tinto


  • Triangolini de tomate assado e castanha do pará sob creme de queijo tulha


Reguengos Garrafeira dos Sócios


  • Pancetta
  • Purê de batata doce, milho grelhado picante e gel cítrico


Duorum Porto Vintage


  • Kataifi e pêra defumada
  • Pistache e chocolate


Sobre o Ferra Jockey

Como globalizar ainda mais a cozinha em um país que já degusta todas as culinárias? Esse é o desafio do Ferra Jockey, inaugurado em março de 2019, que visa trazer a seus clientes a sensação plena de conforto com a cozinha de produto em movimento.
Nesta, os ingredientes ganham destaque na preparação dos pratos, ou seja, uma cozinha "simples", que os têm como ponto de partida e o objetivo primordial de torna-los protagonistas. A cozinha é global, sem fronteiras, mas com raízes, liderada pela Chef Ana Paula Cremonezi. O Ferra propõe uma experiência nova, divertida, interativa e pronta para compartilhar. O menu traz opções originárias do mar, terra e pasto, e valoriza as tradições. Da entrada aos pratos, passando pela sobremesa e drinks, o que interessa é a explosão dos sentidos e sabores.

Horário de Funcionamento:
Segunda e terça-feira
Fechado (para eventos, consulte)

Quarta a sexta-feira
Almoço – 12h às 15h
Jantar – 19h às 23h
Sábado
12h às 00h
Domingo
Almoço – 12h às 20h
Cartões: VISA, Master, Amex, Elo
Capacidade: 200 lugares
Possui entrada acessível para portadores de deficiências físicas
Endereço: Av. Lineu de Paula Machado, 1263 - Jardim Everest, São Paulo – SP
Telefone: (11) 99990-2481
Instagram: @ferrajockeyoficial
Reservas: eventos@ferrajockey.com.br
Informações à Imprensa: producao1@clozel.com.br
read more...

terça-feira, 27 de agosto de 2019

Lagos, fábrica especializada em cervejas artesanais, lança marca própria no Mondial de la Bière

Enseada estreia no festival com rótulos fixos e sazonais


Com mais de 50 marcas em seu currículo, Lagos lança a Enseada, marca própria, em setembro, na 7ª edição carioca do Mondial de la Bière. Idealizada por Dennis Martins, Marcelle Lopes e Rafael Torresini, a Cervejaria Lagos (Saquarema, Região dos Lagos) se dedicava até então exclusivamente à produção das chamadas cervejarias ciganas. O trio decidiu que 2019 seria o ano para lançar a Cerveja Enseada, marca própria da Lagos. Em setembro, no Mondial de la Bière Rio, a Enseada chega ao mercado com três rótulos fixos e outros seis sazonais.

“Já produzimos mais de 40 estilos e versões diferentes de cervejas. Admiramos diversos rótulos complexos e extremos, mas optamos por cervejas que se destacam pela refrescância e drincabilidade, ou seja, cervejas fáceis de beber”, explica Dennis, diretor industrial. Assim foram elaborados os três estilos fixos da nova marca: Premium Lager, Hop Lager e a Witbier.


Além dos rótulos fixos, a Enseada apresenta, especialmente para o Mondial de la Bière Rio 2019, mais seis cervejas sazonais, sempre privilegiando a refrescância, produzidas em pequena escala e por tempo limitado:

·         Enseada Sour Mojito (4,4% ABV – 6 IBU) – inspirada no clássico drinque caribenho, o Mojito, apresenta aroma e sabor de limão e hortelã fresco.

·         Enseada Sour Tangerina com Manjericão (4,4% ABV – 6 IBU) – aroma sabor de tangerina e manjericão fresco.

·         Enseada Lichtenhainer Melon com Jamon (4,4% ABV – 6 IBU) – cerveja de trigo alemã ácida e defumada. Inspirada na receita espanhola “melon com jamón”, ou melão com presunto ibérico, o rótulo mescla o sabor doce do melão com toques salgados e defumados do presunto.

·         Enseada Juicy APA (5,8% ABV – 30 IBU) – American Pale Ale fermentada com a levedura de origem nórdica Kveik, que produz aromas de frutas cítricas e tolera temperaturas mais altas de fermentação.

·         Enseada Session IPA (4,8% ABV – 35 IBU) – aromas cítricos devido ao blend de lúpulos americanos e australianos no dry-hopping.

·         Enseada Session IPA com abacaxi (4,8% ABV – 35 IBU) – Session IPA com adição do tradicional fruto tropical, o "Rei" abacaxi, acrescentando mais personalidade e refrescância à drincabilidade dessa excelente Session IPA.


read more...

segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Sétima edição carioca do Mondial de la Bière agita o Píer Mauá


Entre 4 e 8 de setembro os armazéns 2, 3 e 4 do Píer Mauá, na zona portuária do Rio de Janeiro, recebem a 7ª edição carioca do Mondial de la Bière. Serão 17 mil metros quadrados tomados por cervejarias de diversos estados do Brasil e de outros países, que apresentarão rótulos já consagrados e lançamentos em primeira mão. O festival, criado há 25 anos no Canadá, tornou-se referência em todo o mundo quando o assunto são as cervejas artesanais. No Brasil, o Mondial de la Bière é um dos principais eventos responsáveis pela disseminação da cultura cervejeira. O país é o único a contar com duas edições do festival – São Paulo entrou na rota em 2018.

Luana Cloper, diretora do Mondial de la Bière, atribui o aquecimento atual do mercado das artesanais ao trabalho iniciado há seis anos. “A cada edição conseguimos captar mais cervejarias e cervejeiros. Em 2013, 40 expositores viram um potencial e 15 mil visitantes compraram a ideia. Seis anos depois, 45 mil entusiastas e 160 cervejarias participavam do evento, ‘fermentando` o cenário no Rio de Janeiro e no Brasil. Cada um ajudando a construir a história do Mondial e dessa (re)evolução cervejeira”, comemora.

“Como resultado desses seis anos no Brasil, nesta edição, lançamos o Mondial Club, um clube destinado aos amantes do Mondial de la Bière. Esta iniciativa busca unir e fidelizar nossos parceiros e visitantes ao longo de todo o ano. Em breve divulgaremos o modo de adesão e o calendário com diversos benefícios para os participantes”, completa Luana.

Os ingressos podem ser encontrados no site do evento e em 10 bares espalhados pela cidade. Quem optar pela compra online poderá pagar com cartão de crédito, enquanto quem for a um dos estabelecimentos selecionados, não paga taxa, e o pagamento pode ser feito também com débito, além de cada um ter atrelado uma promoção à compra do ingresso do festival. Desde 2017, há a modalidade cervejeiro solidário – o público paga um valor promocional, e no dia do evento deve levar 1 kg de alimento não perecível e entregar na entrada. Mais de 100 toneladas de alimentos já foram arrecadadas pela organização, que as distribui para instituições necessitadas.

O copo de vidro com duas marcações, de 100 ml e 200 ml, volta fortalecendo o conceito de degustação do Mondial de la Bière. A utilização do cartão de consumo seguirá o mesmo modelo de 2018 com o comprovante de compra tanto para expositores como visitantes. Ao adquirir o cartão, basta recarregar com o valor desejado nos pontos fixos ou móveis e começar a descobrir as novidades. Serão aceitos dinheiro, cartão de débito e crédito.

Os expositores podem inscrever seus rótulos através do site no MBeer Contest Brazil, uma competição com avaliação baseada nas qualidades intrínsecas da cerveja. Sem categorias pré-definidas por estilo, os juízes – que farão as degustações às cegas, sem qualquer informação sobre o produto, identificarão o estilo da cerveja e a avaliarão de acordo com o estilo identificado. Um júri composto por profissionais nacionais e internacionais selecionará os melhores nas categorias ouro e platina e a premiação acontecerá no primeiro dia de Mondial de la Bière (04/09 às 22h). Os visitantes também poderão votar nas cervejas que mais gostaram do festival no MBeer Contest Público.

A produção de cerveja artesanal cresce anualmente entre 30% e 40% no Brasil, terceiro maior produtor de cerveja do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e China. O Mondial de la Bière se apresenta como uma vitrine de lançamento de cervejas artesanais. O festival é um espaço para degustação e difusão da cultura cervejeira e um dos mais importantes players desse mercado em todo o mundo.

Mondial de la Bière apoia a Lei Seca e adverte os visitantes que utilizem transporte público.

Sobre o Mondial de la Bière

O Mondial de la Bière é um festival internacional de cervejas artesanais que reúne fabricantes, distribuidores e importadores de cervejas artesanais e premium. Sucesso idealizado no Canadá há 25 edições, e no Brasil desde 2013, o Mondial de la Bière chega à sua sétima edição no Rio de Janeiro e a segunda em São Paulo. Na edição paulista foram mais de 80 cervejarias e 600 rótulos reunidos durante os quatro dias de evento. Como parte de sua programação, o evento oferece mais de diversas bandas se apresentando no palco, mais de 15 food trucks, além do MBeer Contest Brazil, competição das melhores cervejas expostas, avaliadas por jurados nacionais e internacionais.

Sobre a GL Events

A GL Events é um dos maiores grupos do setor de eventos no mundo, com sede em Lyon (França) e faturamento de 939 milhões de euros em 2014. A companhia está presente em 53 cidades espalhadas por 24 países, nos quais administra 40 espaços para eventos.  Com quatro mil colaboradores, o grupo já realizou mais de quatro mil eventos.

Serviço: Data: 4 a 8 de setembro de 2019.
Horário: 4, 5 e 6 de setembro: 16h à 0H | 7 de setembro: 14h à 0h | 8 de setembro: 12h às 21h.
Local: Píer Mauá, Armazéns 2, 3 e 4 | Av. Rodrigues Alves, n° 10, Saúde, Rio de Janeiro.
Ingressos: Entre R$ 45,00 e R$ 120,00. Vendas pelo site https://mondialdelabiererio.byinti.com/#/ticket/.
read more...

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Three Hills lança sua primeira linha de cervejas em lata

A cervejaria paulistana apresenta também duas novidades nos estilos


A Three Hills Cervejaria lança no final de agosto sua primeira linha de cervejas agora em lata. A cervejaria paulistana, inaugurada em Julho deste ano, iniciou suas atividades fornecendo produtos apenas no formato em chopp (barril). “O sucesso do lançamento foi tanto que antecipamos nosso projeto de lançar as latinhas que estava previsto somente para 2020”, revela Nathalie Velasques, sócia da cervejaria.

Serão dois estilos fornecidos em latinhas de 473 ml para agradar os mais diferentes públicos. O primeiro lançamento é uma American Pale Ale, batizada de Luiza. Com 38 IBUs e uma combinação de lúpulos americanos, a cerveja traz aromas que remetem a frutas cítricas, como toranja (grapefruit), maracujá e limão. Além disso, o gritz de malte busca trazer maior equilíbrio à cerveja, como nas tradicionais APAs da década de 80, o que promove um maior drinkability à bebida.

Além da APA, a Three Hills volta com a já conhecida Cream Ale Citra Helena, que nesta versão recebe um “upgrade” com dry hop do lúpulo Citra. “Na primeira versão da bebida, utilizamos a matéria-prima apenas na fase quente do processo, mas agora optamos por usar na fase fria (maturação) para trazer uma experiência diferente aos nossos consumidores, que poderão perceber mais o aroma do lúpulo”, explica Ivan Tozzi, sócio da empresa.

Mulheres


Dando sequência ao posicionamento da empresa, que entende o papel da mulher como protagonista no mercado cervejeiro, a Three Hills mantém o propósito de batizar suas cervejas com nome de mulheres do dia-a-dia. “Escolhemos o nome Luiza para a nossa APA, por ser um nome bonito e comum. É aquela mulher que sai todo dia pra trabalhar, que cuida do lar, que sai pra se divertir, que se posiciona e que opina”, comenta Nathalie.

As cervejas em lata estarão disponíveis para venda no mercado a partir do mês de setembro.

Conheça as cervejas:


APA - Luiza (Dry-hopped)
Clássica American Pale Ale, produzida com lúpulos americanos e caramelo trazendo maior equilíbrio e drinkability para a bebida. A cerveja traz aromas que remetem a maracujá, grapefruit, laranja e limão.

Estilo: American Pale Ale
Cor: Âmbar
ABV: 5,5%
IBU: 38
Formatos: Lata 473 ml e Chope


CREAM ALE CITRA - HELENA (Dry-hopped)
Nesta nova versão, o lúpulo citra é inserido na fase fria da produção, logo após a fermentação (Dry Hop). A bebida leva ainda adjunto (flocos de milho), buscando leveza e suavidade no paladar, aliada ao aroma cítrico do lúpulo, tudo de forma harmônica.

Estilo: Cream Ale
Cor: Amarelo Clássico
ABV: 5%
IBU: 14
Formatos: Lata 473 ml e Chope
read more...

sábado, 13 de julho de 2019

Ashby será a cervejaria oficial do Tanabata Matsuri - Festival das Estrelas

Evento acontece entre os dias 13 e 14 de julho, no bairro da Liberdade


Entre os dias 13 e 14 de julho, acontece no bairro da Liberdade o Tanabata Matsuri - Festival das Estrelas. Considerado o maior evento japonês de rua do mundo, a tradicional celebração da cultura japonesa no Brasil acontece desde a década de 70, com a organização da Associação Cultural e Assistencial da Liberdade e deve receber cerca de 200 mil pessoas em um único final de semana. A Ashby será a cervejaria oficial do evento, que irá contar com um Beer Container da marca e duas barracas vendendo os cinco estilos de chopes especiais: Pilsen, Escuro, Ipa, Pale Ale e California Cooler.


Em sua 41ª edição, o evento oferece uma programação repleta de shows, danças folclóricas com a participação de cerca de 800 dançarinos voluntários de diversas associações, oficina de origami, além de apresentações com os tradicionais tambores Taikô. A programação do Tanabata Matsuri é gratuita e concentrada em torno da Praça da Liberdade-Japão. No dia 13, sábado, acontece das 10h30 às 19h e no dia 14, domingo, das 10h30 às 18h.

O festival teve início há mais de 1.150 anos na Corte Imperial e a data tornou-se feriado nacional em 1603. No Japão, o evento acontece em várias cidades, mas o de Miyagui é o mais tradicional, com festividades realizadas em agosto para aproveitar as férias de verão das escolas. Já no Brasil, o Festival das Estrelas – Tanabata Matsuri é realizado desde 1979 pela ACAL, sempre no mês de julho na Praça da Liberdade-Japão, na capital paulista.


Sobre a Ashby


Foi no ano de 1993 que Scott Ashby, americano que chegou ao Brasil em 1992, decidiu montar, na cidade Amparo, SP, a primeira Micro Cervejaria do Brasil, a fim de trazer ao país o conceito de cervejas especiais dos EUA. Scott, Doutor em Física, apaixonado por cervejas, ingressou no curso de Mestre Cervejeiro na Universidade da Califórnia no ano de 1990 e, logo em seguida começou a trabalhar na cervejaria americana Wasatch, onde permaneceu por dois anos. Antes disso, Scott já era homebrewer e produzia cervejas para seus amigos, que rapidamente consumiam toda a produção caseira.

E a diferenciação da empresa já começou quando pensou em montar uma fábrica na cidade de Amparo, SP, circuito das Águas Paulistas. Como essas bebidas são compostas por 90% de água, a qualidade desta na fabricação é extremamente relevante. Por isso, a Ashby, escolheu estrategicamente o melhor lugar para suas instalações. As águas de Amparo, além de conservar a pureza que brota da terra, têm um equilíbrio excelente entre sais e minerais tornando-a perfeita para a fabricação de chopes e cervejas de qualidade ímpar.

Foi graças à Ashby que o cenário do mercado nacional começou a experimentar um novo conceito de cervejas diferenciadas, o que antes era privilégio para poucos.
read more...
 
Copyright © 2014 Cervejeira Nerd • All Rights Reserved.
Distributed By Free Blogger Templates | Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top